Why In Hire Any Good Essay Contributor OnlineEssaysHelper.com Admission Essay

If you believe of job application as Onlineessayshelper.com components of a problem or as third party voices on its way collectively to show your account, the essay is the main challenge throughout that you have total...

FOUND FOOTAGE (II): O ASSOMBRO DAS SO(M)BRAS – Carlos Adriano

  A ruína é a evidência dos restos do tempo. O cinema de reapropriação re(in)staura uma experiência de ruínas. Achar a imagem filmada é reprocessar o tempo reencontrado. Pensar o tempo como montagem de elementos...

ASTRONOMIA SURREALISTA NO PACÍFICO SUL: JOSEPH CORNELL E O ECLIPSE EM COLAGEM – Catherine Corman

  Na primeira exibição de Rose Hobart, de Joseph Cornell, em dezembro de 1936, Salvador Dalí derrubou o projetor com seu guarda-chuva, aos gritos em espanhol, diante do perplexo Cornell. O diretor fugiu, mas depois...

REPORT, DE BRUCE CONNER: CONTESTANDO CAMELOT – Bruce Jenkins

  Como fora obrigado a fazer cinco anos antes, em A Movie (1958), Bruce Conner começou a criar sua “reportagem” com imagens de arquivo e apropriações sonoras. Ele trabalhou, retrabalhou e tornou a trabalhar em...

NOTA SOBRE O EMPREGO DE FILMES ROUBADOS – Guy Debord

  Sobre a questão dos filmes roubados, ou seja, os fragmentos pré-existentes de filmes de terceiros incorporados aos meus próprios filmes – notadamente em A Sociedade do Espetáculo (Guy Debord, 1974) – (considero...

VISUAL ESSAYS: ORIGINS OF FILM + AMERIKA – Al Razutis

      VISUAL ESSAYS: ORIGINS OF FILM (1973-1984) 56 min. color, sound These six essays on film/image history reconstruct cinema history by ‘re-imagining’ its origins, and its poetries, and use...

FROM JUNK TO FUNK TO PUNK TO LINK – Craig Baldwin

  Among the rich and richly varied filmways of the Bay Area can be found that rather special practice known as the “Found-Footage” (FF) film. There can be little doubt that this mode of making has enjoyed a...

SORRIA PARA KÁDÁR: FILMES DE FAMÍLIA E REESCRITURA DA HISTÓRIA NA SÉRIE SOCIALISMO PARTICULAR DE PÉTER FORGÁCS – Beatriz Rodovalho

  Desde o fim do regime comunista, o artista e cineasta Péter Forgács reapropria filmes amadores para questionar e reescrever a história europeia por meio de outras perspectivas. Este trabalho propõe analisar como a...

(RI)SCRITTURE ANONIME E OPERATORI PERFORATI: IL FOUND-FOOTAGE FOTOFILMICO DI PAOLO GIOLI – Bruno Di Marino

  Se intendiamo il termine found-footage in un’accezione più estesa – come secondo me dovrebbe essere, includendo non solo film ma anche fotografie o riprese dalla televisione – allora gran parte del cinema di Paolo...

ALÉM DO ACASO ESTÚPIDO DA QUÍMICA: O INFORME COMO MANIPULAÇÃO DO TEMPO EM DECASIA, DE BILL MORRISON – Alexandre Rodrigues da Costa e Miriam Aparecida Mendes

  Este artigo analisa o filme Decasia: the state of decay (2002), de Bill Morrison, com o propósito de perceber de que maneira o informe pode ser pensado como desarticulação do tempo a partir da apropriação de imagens...

MOSAÏQUE OU BRODERIE – Cécile Fontaine

  On peut globalement apparenter ma production filmique en 16mm à la technique de l’échantillonnage ou “sampling”, du fait que comme lui elle se joue d’images et parfois de sons détournés, réutilisés,...

O ENSAIO CINÉFILO COMO FORMA: INNISFREE E O TRABALHO DAS RUÍNAS – Victor Guimarães

  O ensaio cinéfilo – constituindo-se aqui em formidável exercício de liberdade – conjuga os gestos mais heterogêneos: das entrevistas com a população local à justaposição entre os arquivos da obra fordiana e...

ARCHIVAL AND FAKE FOUND FOOTAGE AS MEDIAL FIGURATIONS IN HUNGARIAN EXPERIMENTAL FILMMAKING – Judit Pieldner

  In the theoretical discourse of archival footage a shift can be detected from the paradigm of recontextualization to that of rhetorical strategy. In terms of this shift, archival footage is no longer regarded as a mode...

SOBRE O TEMPO SAMPLEADO E O ESPAÇO INTERMEDIAL: PÓS-PRODUÇÃO, VÍDEO-INSTALAÇÃO E THE CLOCK DE CHRISTIAN MARCLAY – Margot Bouman

  Como outros trabalhos contemporâneos de pós-produção feitos por artistas e fornecedores de cultura popular, o vídeo do artista, músico e compositor Christian Marclay usa as acumulações culturais de dados...

PRINCÍPIOS DE ACASO E DIVERSÃO: UMA CONVERSA COM MARTIN ARNOLD – Éric Thouvenel e Carole Contant

  A seguinte conversa ocorreu em Viena, Áustria, no dia 1º de dezembro de 2013.   Traduzido do original em inglês por Alexandre Wahrhaftig   Martin Arnold é cineasta e artista cujo trabalho (filmes,...

O DIREITO AUTORAL APREENDIDO PELA CITAÇÃO: UMA OUTRA HISTÓRIA DO SÉCULO XX – Pascale Cassagnau

  “De certa maneira, a reprodução forma duas fotografias – uma foto por debaixo de uma outra foto. Para mim, trata-se de um meio de se criar uma metáfora no qual duas imagens são sobrepostas ao invés de...

FOUND FOOTAGE (I): O ENCANTO DO ENCONTRO – Carlos Adriano

  Found footage. A própria tradução do termo já colocaria questões de método e de manifesto. A denominação sobre o procedimento (ou seria um gênero?) de filmes que reciclam, reeditam e ressignificam imagens...

CARTOGRAFIA DO FOUND FOOTAGE – Nicole Brenez e Pip Chodorov

Na história da arte, o reemprego constitui provavelmente a prática mais constante e diversificada de fabricação de imagens. O cinema não cessa de intensificar duas de suas formas: o reemprego intertextual e a reciclagem....

JÁ VISTO JAMAIS VISTO? – Andrea Tonacci

A primeira coisa que me veio à mente ao pensar sobre found footage, apesar de não serem, foram os desenhos dos enviados de Montezuma a Cortez, que desenhavam tudo que viam dos espanhóis, expressões, roupas, barbas, armas,...

EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO: FOUND FOOTAGE, FOTOGRAFIA E A AURA DO TEMPO – Olgária Matos

O found footage é documento de um arquivo, fragmento de memória como desordem das lembranças. Estas evocam sua arché, uma origem incingível de que o found footage é o rastro, índice de algo desaparecido e que, assim,...